Chapada das Mesas no Maranhão: um guia completo

Chapada das Mesas no Maranhão: um guia completo

Confesso que nunca tinha ouvido falar da Chapada das Mesas no Maranhão até receber o convite da Venturas Viagens para fazer uma viagem com eles até lá.

Não foi fácil chegar até lá, mas o esforço valeu a pena. É um desses lugares que provam como o Brasil é lindo e cheio de lugares “escondidos”.

Ainda pouco explorada no Brasil, você não vai encontrar a Chapada super lotada. A maioria dos turistas vem do Pará.

A melhor época para conhecer a Chapada das Mesas

A melhor época é a partir de agosto, quando termina a época de chuvas. Só pra você entender, o inverno na região é chuvoso. Portanto, o ideal é fugir dessa época.

Quantos dias você precisa para conhecer a Chapada das Mesas

4 dias inteiros são suficientes.

Chapada das Mesas Maranhão Amanda Viaja

Como chegar na Chapada das Mesas

Eu peguei um voo da Latam de São Paulo a Brasilia e de Brasilia a Imperatriz. Em Imperatriz, 226km de carro até Carolina – a cidade base da Chapada. O total da viagem foi de 12 horas.

Não existe voo direto de São Paulo a Imperatriz.

Toda a minha viagem foi organizada pela agência de turismo Venturas Viagens que facilita bastante toda essa logística. Para mais informações acesse aqui.

Vejas as outras opções para chegar na Chapada das Mesas

  • Voo da Passaredo de Palmas a Araguaina (100km de Carolina)
  • Fazer a Jalapada (Jalapão + Chapada). Pega-se um voo até Palmas, faz Jalapão, aluga um carro até Carolina ou ônibus ou transfer privativo (em torno de 8 horas)
  • Ônibus de Imperatriz a Carolina (empresa JR4000). Neste caso observe os horários, que são limitados, para conciliar com o seu horário de voo até Imperatriz.
  • Pegar uma van de Imperatriz a Carolina (ouvi dizer que é um serviço bem ruim)
  • A agência Torre da Lua oferece um transfer regular de Imperatriz a Carolina (toda quarta-feira e retorno na segunda-feira)

Como fazer os passeios na Chapada das Mesas

Não é necessário contratar um guia, mas eu recomendo fortemente contratar uma agência para realizar os passeios. Primeiro porque é difícil chegar nos lugares (às vezes mais de 100km de distância de Carolina). Segundo porque as agências possuem veículos 4×4 que podem ser necessários para rodar em certas estradas. Se você for com um grupo, fica mais fácil e mais barato ainda essa contratação. A agência local responsável pelos meus passeios foi a Torre da Lua. Mas se você quiser sair com tudo prontinho (passeios, hospedagem, transfer, etc) e não ter trabalho nenhum, você pode contatar a Venturas Viagens.

Chapada das Mesas Maranhão Amanda Viaja

Quais são os passeios imperdíveis na Chapada das Mesas

Encanto Azul

Poço Azul

Cachoeira de Santa Bárbara

Parque Nacional da Chapada das Mesas

São Romão

Cachoeiras da Prata

Complexo Pedra Caída

Portal da Chapada

Refúgio Ecológico Serra Torre da Lua

Pôr do sol no rio Tocantins

Chapada das Mesas Maranhão Amanda Viaja

O que levar na mala para a Chapada das Mesas

  • Sandália tipo papete ou tênis confortável ou bota de trekking para passeios (chinelo não é uma boa ideia na maioria dos passeios por conta das trilhas)
  • Roupa leve e esportiva
  • Protetor solar e chapéu
  • Repelentes
  • Roupas de banho (sunga, biquini)
  • Toalha de banho para os passeios (ou utilizar a do hotel)
  • Óculos escuros

Quanto custam os passeios na Chapada das Mesas?

Os preços variam de passeio para passeio e, como eu disse acima, dificilmente você vai pagar só a entrada. Mas só para você ter uma ideia de valores com agências:

Trilha do Tributo com passeio de barco, R$200 com a Torre da Lua.

Cachoeiras do Prata e do São Romão R$ 175 no transfer compartilhado com Torre da Lua e Cia. do Cerrado

Complexo Turístico Pedra Caída R$ 30 para Cachoeira do Santuário e R$ 50 para cachoeiras da Caverna e do Capelão

Chapada das Mesas Maranhão Amanda Viaja

Onde se hospedar na Chapada das Mesas

Você já sabe que a cidade oficial da Chapada das Mesas é Carolina. Lá eu me hospedei na Pousada dos Candeeiros, uma das mais tradicionais e recomendadas na Chapada. Prepare-se para um café-da-manhã com refeição típica do Maranhão, quartos simples (porém aconchegantes) e, importante, o ar condicionado funciona muito bem. Confira aqui os preços e disponibilidade para reserva.

Informações importantes

  • O meu celular e do resto do meu grupo ficou sem serviço durante a viagem inteira. Prepare-se para ficar sem também. Por isso pode ser importante ter uma hospedagem com bom wi-fi
  • Faz 37 graus, 40 graus facilmente na Chapada. As trilhas podem ficar mais difíceis por conta da temperatura. E as cachoeiras, mais fáceis.
  • Bancos em Carolina: Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Bradesco.
  • É uma boa ideia você emendar a sua viagem com o Jalapão, a famosa “Jalapada”. Muita gente faz. Mas lembre-se que para ir de ônibus ou carro até a Chapada gira em torno de 8 horas de viagem.

Assista o vídeo que resume a minha aventura pela Chapada das Mesas. E inscreva-se no canal, lá tem muito mais: www.youtube.com/amandaviaja

 

Amanda viajou para a Chapada das Mesas a convite da agência Venturas Viagens. 

3 Comments

  1. Amanda, legal suas dicas! Estou querendo ir. Gostaria de saber quais dessas cachoeiras e passeios são mais tranquilos de fazer. Ou seja, que as trilhas são mais planas, que se anda menos de 1 hora pra chegar. Já quebrei o pé fazendo trilha, por isso hj só faço se for bem acessível. Se puder me dar essas dicas agradeço! Abraços!

  2. Oi amanda, adorei o suas dicas. Moro na suíça e proximo outubro vou levar uma “galera” de suíços pro Brasil e ja tinha pensado em ir no jlapão, mas agora acho que vamos a chapada da mesa, obrigada por compartilhar conosco. Kedma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*