Como é morar na Irlanda

Como é morar na Irlanda

A Grazi é de São Paulo e mora em Dublin há mais de um ano. Nesse post ela conta sobre algumas questões práticas de morar na cidade, como chegou lá e quais são seus planos futuros. Além disso, achei muito legal a percepção dela sobre trabalhar nos chamados “subempregos” em outro país. Ela tem faculdade e pós-graduação e confessa estar um pouco cansada de trabalhar fora da sua área de formação.

Há quanto tempo você mora em Dublin?

Moro em Dublin desde Março de 2013 e renovei o meu visto para ficar mais um ano. Vim com o meu noivo para passar 1 ano estudando e trabalhando. Mas acabei ficando um pouco mais. Viemos com o visto de estudante que é basicamente 6 meses de estudo e 6 meses de férias.

Com quem e onde mora?

Atualmente moramos eu e meu noivo na parte central da cidade de Dublin 1, mas já morei em outros lugares como D8 e D7. Como viemos só nós dois, tínhamos vontade de ter um coisa mais nossa e experimentar essa “vida de casado”, que não deixa de ser um teste para quando casarmos.

morar-Irlanda

Quanto paga de aluguel?

Estamos pagando 550 euros os dois juntos somente de aluguel, sem nenhuma outra conta.

Conta pra gente como foi o processo de ir para Dublin e como vocês escolheram o programa.

Sempre tivemos o sonho de fazer intercâmbio e decidimos 1 ano antes de vir. Começamos a pesquisar todos os destinos e valores. Tínhamos conhecidos aqui em Dublin e eles falavam coisas muito boas sobre a Irlanda. Como um dos nossos maiores objetivos era viajar pela Europa, achamos que seria uma maneira mais próxima de ficar mais perto de realizar esse sonho. Procuramos uma agência chamada “Global Study” que nos oferecia 6 meses de curso e mais uma semana de estadia em acomodação estudantil. E começamos a pagar uns 5 meses antes da vinda pra cá. Porém conheço algumas pessoas que fecharam sem agência, diretamente com as escolas. Como o número de brasileiros que vêm pra cá é grande, há muitas escolas que podem ser negociadas falando português mesmo.

E foi fácil aprender inglês?

Não, demorei bastante para conseguir falar e entender. Mas acredito que isso varia para cada pessoa e da forma como você se dedica. Nenhuma língua é fácil. Eu tinha muito medo de falar no começo e sair de casa sozinha. Mas depois que saí a primeira vez, comecei a adorar.

Então resumindo você trabalha e estuda em Dublin?

Estudo na NED Training e atualmente trabalho entregando jornal no Metro Herald todas as manhãs. E às vezes vendo cachorro quente no estádio de rugby.

E você consegue se sustentar com o seu salário? 

O meu salário é  de 422 euros por mês. E quando faço um “bico” aumenta um pouco mais. Mas basicamente é isso que recebo mensalmente. Eu consigo me sustentar mas não consigo fazer tantas coisas como comprar muitas roupas, viajar todo final de semana ou sair para comer em restaurante o tempo todo. Mas consigo pagar as minhas contas e viver muito bem.

Como é a questão de emprego em Dublin? Você acha difícil para estrangeiros conseguirem emprego?

A Irlanda não está mais como era antes. Já ouvi depoimentos de pessoas que dizem que antigamente a vida aqui era muito melhor. A procura de emprego está maior e há muitos estrangeiros por aqui. Mas se você realmente procurar, acaba conseguindo. Se você tem o inglês bom, encontrará muitos empregos com vendas e até em lugares bons para estudantes como McDonald’s e alguns cafés. Acredito que o país ainda esteja em crise, mas a crise daqui é muito diferente da crise no Brasil.

morar-irlanda-1

Você tem amigos?

Sim, aqui tem muitos brasileiros. Mas também tem muita gente de outros lugares que, como qualquer intercambista, quer fazer amizades com pessoas diferentes. As pessoas que mais me relaciono são brasileiros mesmo, mas tenho amigos de outras nacionalidades.

E os Irish? É fácil conviver com eles?

Sim, é bem fácil. Eles adoram os brasileiros e sempre são muito simpáticos. Claro, todos os lugares têm pessoas boas e pessoas ruins. E aqui não é nenhuma exceção. Mas em geral eles respeitam muito uns aos outros.

Você viaja bastante?

Ah, não quanto eu gostaria, mas mais do que eu esperava. Já conheci Paris, Londres, Edimburgo, Barcelona, Amsterdã. Nesse tempinho que estou aqui pretendo aproveitar para viajar mais. É bem fácil viajar aqui, pois tem a flexibilidade dos turnos de trabalho e ainda os preços. Sempre há boas promoções.

morar-irlanda-3

O que você mais gosta em Dublin?

O que gosto mais aqui é a qualidade de vida, pois com muito pouco você consegue viver bem.

E o que você menos gosta?

O frio. Eu vim de São Paulo, onde o inverno não é rigoroso e dura pouquíssimo tempo. Então demorei muito para me acostumar com o clima daqui. Depois de um tempo, você acaba se acostumando e vendo que não é dos piores. Mas ainda assim não me agrada muito. No entanto o verão daqui é a minha estação preferida pois escurece tarde (umas 22hrs) e dá para aproveitar bastante. Outra coisa que também não gosto muito são as oportunidades de emprego. Quando eu vim para Dublin, disse pra mim mesma que viria aberta a qualquer oportunidade e consegui esse trabalho de entregar jornal. Isso não mudou o que eu penso. Todos os empregos são dignos e faço o meu trabalho muito bem. Sorrio para todos e procuro ser simpática sempre. Mas sinto falta do escritório, de lidar com as pessoas fazendo aquilo que gosto e ainda de sempre estar aprendendo algo novo.

Eu entendo. Às vezes queremos tanto ir para outro país que topamos qualquer coisa. Mas chegando lá muitos sentimentos vem à tona e você percebe que as coisas não são tão fáceis assim. E você em alguma história curiosa pra contar pra gente?

Trabalhei um tempo como aupair (babá) e apesar das pessoas dizerem que os irlandeses são muito frios, eu cuidava de três crianças que eram bem fofas e bem simpáticas comigo. Me ajudavam muito com o meu inglês e em geral achava a relação da família toda muito bonita, a forma como eles falavam entre eles. É bem diferente do Brasil. E também achei que aqui as crianças parecem ser mais adultas e independentes quando entram na adolescência.

Outra coisa bem legal aqui são os pubs. Eu não sou muito de sair, mas aqui os pubs são diferentes e a decoração é tão legal que sempre te deixa mais animado. Fora que as cervejas daqui são muito boas também.

E você volta para o Brasil quando?

Estou planejando voltar em Janeiro ou Fevereiro de 2015. Mas por enquanto são somente planos, não tem nada certo ainda.

E você ficaria aí para sempre?

Não ficaria. Acredito que Dublin seja um lugar maravilhoso que me fez aprender muito mas é só uma experiência. A qualidade de vida aqui é muito melhor que no Brasil, mas acho que é só uma fase mesmo. Sou apaixonada pelo Brasil mesmo tendo os problemas que tem e acredito que meu lugar seja de fato no meu país. Uma das coisas ruins daqui é que você tem que trabalhar entregando jornal e limpando mesas. Acho um trabalho super digno e que me ensinou em muitos aspectos. Mas eu não quero fazer isso para sempre. Sei que aqui cada dia você aprende algo novo no inglês, mas eu sinto muita falta de trabalhar em escritório e ter aquela minha rotina, que estudei muito tempo para ter. Mas isso é bem pessoal, pois encontro pessoas que vieram pra cá e não têm mais vontade de voltar. E acredito que cada um vive da forma que quer e tem o livre arbítrio. Mas realmente o meu é junto com a minha família, amigos, praias lindas e o calorzão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*