Como ir a Fernando de Noronha gastando pouco

Como ir a Fernando de Noronha gastando pouco

Noronha não é um lugar barato, você já sabe. Mas com um pouquinho de esforço você já consegue economizar em algumas coisas. Separei aqui como eu acho que seria possível viajar para Noronha gastando pouco ou menos do que você imagina.

NORONHA GASTANDO POUCO

1.Economize no voo

A Gol e a Azul são as companhias aéreas que voam para Noronha. Ambas fazem uma conexão em Natal e Recife. Os voos com saída de SP, por exemplo, chegam a custar até R$3500 – é uma fortuna e um ponto decisivo na hora de pensar se viaja ou não pra Noronha. Uma solução é ficar de olho nas promoções e conseguir você pegar um voo promocional de R$1400. Mas se a promoção não sair para a sua cidade, fique de olho nas promoções dos trechos Natal e Recife para Noronha. É possível encontrar passagens de R$200 a R$600 para esse trecho. Aí é só dar um jeito de pagar barato no trecho maior – junte suas milhas, pegue outra promo e assim vai na ‘missão Noronha gastando pouco’.

2. As taxas da ilha

Não tem como você fugir da taxa de preservação ambiental – ela é obrigatória e custa R$70,66/dia e você paga antes da viagem ou na sua chegada no aeroporto. Mas existe uma outra taxa, de R$99, para os passeios que são feitos na área do parque nacional marinho. Ela é isenta para: maiores de 60 anos, menores de 12 anos, pesquisadores em serviço, moradores e parentes dos moradores de primeiro e segundo grau.

Essa segunda taxa você não é obrigada a pagar, porém ela só deixa você entrar nas seguintes praias: Cachorro, do Meio, Conceição, Americano, Boldró, Bode e Cacimba do Padre.

As praias principais (e os passeios de barco, aqua sub e mergulho) ficariam de fora: Baía dos Porcos, Sancho, Leão, Sueste e Atalaia.

Vale a pena economizar aqui? Não acho.

3. Alimentação em Noronha: gastando pouco

O que eu senti das refeições da ilha: os restaurantes considerados os melhores são realmente muito bons (e caros, em torno de R$200/pessoa) e os restaurantes de PF e afins são bem ruinzinhos, porém mais baratos (em torno de R$25).

Então dá pra você economizar de algumas formas, dependendo do quanto você quer economizar:

  • Ficar num hostel ou casa de airbnb onde você possa cozinhar o tempo todo
  • Economizar no almoço, mas fazer um jantar legal
  • Economizar no almoço e no jantar comendo apenas nesses restaurantezinhos (na vila dos remédios tem alguns).

4. Hospedagem

O que eu senti de hospedagem foi que as pousadas tem todas mais ou menos o mesmo padrão, mais simples. E aí existem as luxuosas (que não é nosso caso aqui). Eu paguei R$1152 por 4 noites para casal, que eu acho um preço bem ok até. Mas se você quiser economizar mais ainda, existe a opção de hostel e a opção de airbnb (que pode ser mais barato).

5. Passeios

O passeio de barco onde você vê os golfinhos é bem legal, principalmente porque te dá um overview da ilha toda, você mergulha no Sancho, enfim. Mas não é obrigado, claro. Dispense os passeios de barco e economize pelo menos R$180. Se eu acho que eles valem a pena? Valem. Mas não são essenciais para você conhecer a ilha. Vá para as praias por conta própria e mergulhe do mesmo jeito.

6. Transporte em Noronha

Táxi lá é super caro, alugar buggy também. O que te resta em Noronha gastando pouco?

  • Ir a pé ou de bike. É longe? Pode ser dependendo da localização da sua pousada. É calor? É.
  • Tomar um ônibus que roda pela estrada principal da ilha por R$5
  • Otimizar o aluguel do buggy alugando apenas por um dia e fazer tudo o que você quer fazer (eu fiz assim, mas nos outros dias peguei táxi)

7. Farofeira sim

Sem medo de ser feliz e ir pra Noronha gastando pouco, levamos na mala algumas garrafas de vinho, snacks, bolsa térmica e assim economizamos na bebida naqueles momentos que você quer sentar na praia e tomar uma sem gastar muito. Tem que lembrar que não são todas as praias que permitem bebida alcóolica, mas a maioria delas permite. Dá para beber nos passeios de barco também e no pôr do sol. Então valeu a pena carregar a mala.

Mas vamos ao que interessa – Noronha é caro? Gastos, “caro” e “barato” é algo bem pessoal, né? Então vou deixar pra vocês decidirem colocando alguns preços aqui: 🔸As taxas da ilha: R$68,74/dia + R$99 para 10 dias🔸Fiquei numa pousada simples com café da manhã farto, ar condicionado (porém com chuveiro bem ruim) chamada Dois Irmãos. Preço: R$1152 por 4 noites para casal🔸No voo da Azul eu paguei R$1200 com saída de SP e conexão em Recife🔸Táxi é louco. Tem preço mínimo fechado para qualquer lugar da ilha a partir R$26. E assim, se você primeiro passa com o táxi num lugar e depois vai para outro, ele cobra duas corridas. E não tem conversa🔸Aluguel de buggy varia de R$250 a R$300/dia. Carro (com ar condicionado) sai por R$350. Tem busão também rodando a ilha por R$5🔸Fiz dois passeios de barco com a Primeiríssima (barata, porém desorganizada). Um passeio passa por várias praias, vê golfinhos e chega no Sancho para mergulho (R$180). O outro chama-se AquaSub (R$120) onde você segura numa prancha na água e é puxado pela lancha. A ideia é colocar o snorkel e observar toda a vida marinha, porém não havia vida marinha. Uma pena. Me decepcionei nesse passeio, mas tinha comida e bebida ao pôr do sol no final 🔸Aluguel de snorkel + nadadeira sai por R$10 🔸A cerveja long neck varia de R$15 a R$20 🔸Para jantar no Xica da Silva (melhor restaurante da ilha) a conta deu em torno de R$120/pessoa (com direito à entrada, vinho, bebida, pratos e sobremesa – sem economia). Dica: os melhores restaurantes da ilha podem sair mais baratos que os restaurantes das praias. E se quiser comer mais barato ainda, existem outros restaurantes bem simples espalhados pela ilha. Paguei R$25 num PF e R$20 num pastel – mas sem qualidade, só pra matar fome mesmo. E tem mercadinhos, claro🔸Farofeira sim: levamos muitas garrafas de vinho na mala. Não é permitido beber em muitas praias. Mas dá pra beber nos passeios de barco, na pousada, no pôr do sol… No blog vou contar mais detalhes. Agora se você me perguntar quanto gastei, não sei exatamente. Parei de contar na sexta margarita da primeira noite no Bar do Cachorro. Depois disso, só ressaca e cartão de crédito rolando… #AmandaViajaBrasil

Uma publicação compartilhada por Amanda Noventa (@amandanoventa) em

Veja aqui outros posts de Noronha

O que fazer em Noronha: dicas e roteiro

Onde ficar em Noronha: barato e melhores pousadas

Um Comentário

  1. Lugar bem bacana p comer é a tapioca da Babalu…. Quebra muito o galho e o preço é bem justo, fora que é uma delícia e tem uma com hambúrguer que ajuda na hora da fome. Amei a pousada que fiquei , chamada Água Viva, o chuveiro maravilhoso, fui sozinha e para 7 noites ficou 1.700 reais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*