O que fazer em Natal (RN): melhores praias e atrações

Quando a gente pensa sobre o que fazer em Natal, no Rio Grande do Norte, o que logo vem à cabeça são dias de sol na praia e muitos passeios de bugue. Certíssimo, afinal o litoral daqui é um dos mais bonitos do Brasil, mas a cidade ainda tem alguns outros atrativos na manga.

Por isso esse post reúne não só as melhores praias, mas também as construções históricas e dicas de onde comer uma boa caranguejada. Veja as dicas sobre Natal:

Como chegar em Natal 

No Rio Grande do Norte, Natal recebe voos de diversas cidades brasileiras. De São Paulo até lá são cerca de 3h15m de voo; já saindo do Rio, o tempo diminui para menos de 3h. Do Aeroporto de Natal até a região central são uns 20 quilômetros e, de carro, o trajeto leva meia hora mais ou menos. Já até a Praia de Pipa, por exemplo, são uns 95 km e mais de 1h30 de viagem. 

Como se locomover em Natal

Você pode alugar um carro no próprio aeroporto e seguir por conta até seu destino. Costuma ser vantajoso para quem está em família e quer autonomia para fazer alguns passeios na região. Mas como boa cidade turística, estacionar não é das tarefas mais fáceis, especialmente no centro. 

Por isso, muita gente prefere a facilidade de pedir carros por aplicativo, especialmente o Uber. O trajeto do Aeroporto até Ponta Negra, por exemplo, sai uns R$75. Também tem vários táxis na cidade, mas é um pouco mais caro e o trajeto chega fácil a uns R$100.  

Ainda sobre sair do Aeroporto, uma opção interessante é o ônibus executivo, mas os valores, trajetos e horários variam. Como não utilizamos essa opção, nossa dica é se informar no balcão de informações do próprio aeroporto. 

Onde ficar em Natal

A lista de opções de hospedagem em Natal é imensa e versátil, mas concentram-se basicamente em duas regiões: Pipa e Praia de Ponta Negra. Tem grandes hotéis de rede beira-mar repletos de mimos, tem pousadinha charmosa e também tem hostel. Basta entender qual seu perfil e, então, ver as alternativas disponíveis. Para ajudar, aqui você pode ver todas as opções de hotéis em Natal no Booking. E, abaixo, fiz uma listinha para alguns destaques. 

  • Aquaria Natal Hotel: nem tão grande, nem tão intimista, o hotel beira-mar se destaca pela piscina de frente para o mar na Praia de Ponta Negra;
  • Hotel Casa Blanca: é um hotel pequeno que tem vista para o mar, mas fica numa área de mata preservada e um rio;
  • Praiamar Express: hotel de rede com boa localização na região da Praia de Ponta Negra,  a 450 metros da areia. Costuma ter boas promoções;
  • Pousada America do Sol: é uma pousada gostosa e charmosa, pertinho do Morro do Careca e da Praia de Ponta Negra;
  • Natal Dunnas Hotel: propriedade a 50 metros da Praia de Ponta Negra com uma boa área de convivência, terraço e piscina;
  • Serhs Natal Grand Hotel & Resort: entre as praias de Ponta Negra e Areia Preta, é daqueles resorts enormes – padrão americano – com quatro piscinas e cinco restaurantes;
  • Villa Alemã: é uma pousada bem estruturada, charmosa e com piscina na região de Pipa.
Outros hotéis em Natal
aerial photography of city building near the seashore during daytime
Praia de Ponta Negra: uma das melhores para se hospedar

O que fazer em Natal

As praias são as prioridades do roteiro, mas entre um mergulho e outro, vale incluir essas atividades no roteiro.  

Provar a caranguejada 

A culinária de Natal – e do Rio Grande do Norte de forma geral – tem muita carne de sol, camarão, peixe, mandioca, arroz de leite e tapioca. Com tantos ingredientes bons, a cozinha daqui também tem status de atração turística.

E estamos falando de um lugar que tem desde restaurantes elaborados até barracas de praia que vão te deixar igualmente feliz. E uma dica: prove a caranguejada, um delicioso ensopado de caranguejos muito tradicional por aqui. Lugares famosos pela qualidade dos pratos com frutos do mar são Barraca do Caranguejo, Restaurante Barramar e Bar 294

Já de sobremesa, logo vai descobrir que os sorvetes de frutas são grandes acertos para driblar o calor. A Sorveteria Real 14 é famosa pela diversidade e alguns dos sabores mais famosos são mangaba, graviola e tangerina com manjericão (parece estranho, mas é bem refrescante).

Conhecer o Cajueiro de Pirangi 

Estamos falando do maior cajueiro do mundo, que em 94 até entrou no Guiness Book, o livro dos recordes. Dizem que o cajueiro de Pirangi equivale a 70 cajueiros normais… Ele tem uma copa enorme e os galhos tendem a se curvar para baixo criando um visual bem interessante. Por isso, acho que vale dar uma passada para conhecê-lo antes de seguir para a Praia de Pirangi. 

Visitar a Fortaleza dos Reis Magos 

Natureza e história encontram-se neste lugar: o Forte dos Reis Magos, que é considerado a primeira construção de Natal. Ele tem uma localização muito boa, pois no passado era dali que a cidade vigiava o território contra invasões. 

Então, além de curtir o espaço que é  marco inicial da cidade, no século 16, tire um tempinho para observar a vista para o mar. E sobre a praia do Forte em si, vale dizer que a água nem sempre está tranquila, e, não à toa, é muito escolhida para a prática de windsurf.

As melhores praias de Natal

Boa notícias para os amantes de areia e mar: o Rio Grande do Norte não tem ótimas praias apenas em Natal, mas também em outros municípios, como Tibau do Sul, onde está a famosa praia de Pipa. As altas temperaturas e o mar de água quentinha tornam este destino incrível para visitação durante todo o ano. Se quiser fugir das chuvas, evite o inverno. Mas frio, felizmente, será algo pouco provável de você sentir!

Ponta Negra

O Morro do Careca, com mais de 100 metros de altura, é uma grande duna com vegetação que forma a paisagem desta que é uma das praias mais famosas e badaladas do Rio Grande do Norte. Além da praia, Ponta Negra também é o melhor bairro para se hospedar em Natal – especialmente por sua variedade de hotéis e agências de turismo que vendem passeios para diversos atrativos do estado.

Dica: próximo ao Morro do Careca, além de o mar ser mais calmo que nos demais trechos da orla, há vários quiosques.

aerial view of brown sand near body of water during daytime
Praia de Ponta Negra

Praia dos Artistas

Assim como Ponta Negra, fica na área urbana de Natal, entre as praias do Meio e da Areia Preta. E é bem democrática: seus restaurantes e a faixa de areia extensa com coqueiros agradam surfistas, mergulhadores e banhistas – é preciso ter cautela se você não sabe nadar. Se quer comprar boas lembranças potiguares, como trabalhos feitos à mão e doces deliciosos, não deixe de ir ao Centro de Artesanato da Praia dos Artistas. 

Maracajaú + Caraúbas

Se você está em busca de mar calminho e transparente, vai amar as piscinas naturais dos Parrachos de Maracajaú, formadas por corais (em Maxaranguape, a 65 quilômetros de Natal).

É preciso pegar um barco para chegar até as piscinas, então, vale sempre checar a tábua das marés no dia para saber o melhor horário para fazer o passeio, que parte do Parrachos Praia Clube. Aproveite para mergulhar e ver muitos peixinhos!

A seis quilômetros, está a praia de Caraúbas, com uma grande faixa de areia sem sombra natural – ou seja, boa para quem quer tomar sol. O encontro de rio e mar nesta praia a tornam perfeita tanto para os amantes de água doce quanto os de água salgada.

Não há muitos lugares para comer por aqui, então, o indicado é almoçar em Maracajaú, de onde partem passeios de buggy e quadriciclo para Caraúbas. 

Maracajaú

Genipabu

Antigamente, os passeios de buggy eram realizados na praia de Ponta Negra. Hoje, porém, o local é preservado e o atrativo passou a ser realizado “com ou sem emoção” na praia de Genipabu, em Extremoz (a 15 quilômetros de Natal).

As altas dunas que a cercam são um mirante natural com vista panorâmica para o mar. Os passeios de buggy tradicionais não costumam fazer parada para banho nesta praia. Ou seja: quer passar o dia em uma faixa de areia mais tranquila? Fuja do roteiro turístico e vá direto para Genipabu.

Praia de Genipabu

Camurupim

Muito indicada para quem quer passar o dia na praia com as crianças, pois o mar desta praia a 35 quilômetros de Natal é bem calminho, como uma piscina cristalina.

Porém, ela está quase sempre cheia por sua boa infraestrutura na areia, então é preciso ficar sempre de olho nos pequenos para não perdê-los de vista.

Partindo de Camurupim ou de Ponta Negra, você estará a apenas 20 minutos de carro do Cajueiro de Pirangi, que é considerado o maior do mundo.

Tabatinga e Pipa

A praia da Pipa (a 1h30 de carro de Natal, em Tibau do Sul) é uma das mais conhecidas do estado por sua variedade de atividades tanto de dia quanto de noite – se procura agito, venha para cá! Buggy, quadriciclo, barco, lancha e caiaque estão entre os atrativos oferecidos. 

Além do mar transparente, calmo e morno, que é predominante no Rio Grande do Norte, há também em Pipa a Baía dos Golfinhos, entre as praias de Pipa e Madeiro, onde é possível ver o mamífero em seu habitat natural. É possível fazer este passeio com barco ou caminhando – recomendo contratar um guia, pois o trecho terrestre depende da situação da maré. 

Fique atento também aos avisos em relação às falésias, pois há risco de desmoronamento dos paredões rochosos. Outra opção para quem deseja ver os animais marinhos é o Mirante dos Golfinhos, na praia de Tabatinga: ela fica na Rota do Sol, que é a estrada entre Natal e Pipa, a cerca de 40 minutos de carro de Ponta Negra.

Praia de Pipa

Amor

Na divisa com Pipa, os surfistas encontram boas ondas no mar da praia do Amor. O agito não está apenas nas águas, mas também na vida noturna desta faixa de areia. O principal ponto dela é o Mirante do Chapadão (na divisa com a praia das Minas), com uma vista espetacular especialmente durante o pôr do sol. É possível chegar nele com os passeios de buggy. 

O que fazer em Natal em 4 dias

Com quatro dias na cidade, a sugestão é não pular de praia em praia. Acho legal escolher um hotel bacana que seja perto da praia que achar que tem mais a ver com você (dá uma olhadinha na lista de praias e de hotéis acima). E tire pelo menos um dia para ficar de boa a beira mar.

No outro dia inteiro que tiver, acho que vale ir conhecer alguma outra praia bacana. Já nos dias de chegada e partida, dá para curtir a estrutura do hotel escolhido, passear pelo centro histórico e ainda dá tempo de pegar mais um solzinho e dar um mergulho. 

O que fazer em Natal em 7 dias

Com uma semana em Natal, as possibilidades aumentam e aposto que você vai conseguir conhecer mais praias bacanas, especialmente as mais distantes do centro como Pipa, Amor, Tabatinga, Genipabu e Parrachos de Maracajaú. Cada uma delas merece, ao menos, um dia de roteiro. Aí, ainda dá tempo de curtir o hotel escolhido, praias mais centrais e explorar algumas das ruas do centro histórico. 

green trees on brown sand under blue sky during daytime
Dunas na Praia de Pipa via Unsplash

O que fazer em Natal à noite

Quem tem disposição para sair a noite, fica feliz em saber que Natal é bem animadinha. Especialmente na Avenida da Praia de Ponta Negra, que reúne vários bares para tomar uma cerveja e ouvir música ao vivo e relaxar  –  um dos mais famosos é o Curió. Além disso, antes da pandemia, o Forró com Turista também era um lugar bem concorrido toda a quinta à noite, mas ele está fechado e ainda não sabemos se e como ele vai voltar a funcionar. 

O que fazer em Natal sozinho

A verdade é que tudo que você pode fazer em grupo, você também pode fazer sozinho. Mas eu particularmente gosto bastante da área da Praia de Pipa e Praia de Ponta Negra, porque sempre tem outros turistas nas atrações e praia (o que dá segurança, mas não te obriga a interagir).

Por outro lado, se quiser socializar, as duas regiões estão cheias de bares/barracas para tomar uma cerveja e fazer amigos. 

two person holding surfing board while walking on seashore at daytime

RESOLVA SUA VIAGEM AQUI (com descontos!)

SEGURO VIAGEM
todos com desconto
CHIP DE CELULAR
internet ilimitada
HOTÉIS
hostels, pousadas
AIRBNB
ganhe R$179