Viajar sozinha para o Uruguai

Viajar sozinha para o Uruguai

Você pode viajar sozinha para qualquer lugar. Para o mundo inteiro.

Mas como esse é um blog com as minhas opiniões pessoais e, principalmente as mulheres, vivem me pedindo dicas de lugares para viajar sozinha, quero contar o que eu acho de viajar sozinha para o Uruguai. Eu viajei com o meu namorado, mas vou tentar de todas as maneiras incorporar a Amanda que viaja sozinha por aí e deixar meu romance de lado para poder dar opinião sobre o assunto. Seria legal também ver nos comentários o depoimento de quem já viajou sozinho(a) pra lá 😉

Eu viajei para Montevideo, Punta del Este, Jose Ignacio, Cabo Polônio (dicas que você vê aqui).

Segurança

Eu achei o Uruguai muito seguro. Talvez o lugar mais seguro que já viajei na América do Sul. Então acho que realmente esse é um fator que não deve impedir ninguém de viajar sozinho pra lá. As pessoas são cordiais, zero agressivas na abordagem e você não vê nenhuma movimentação esquisita acontecendo.

MAS…

Acho que não seria tão legal viajar sozinha pra lá

Montevideo é uma cidade um tanto parada. Parece que as pessoas estão de férias o tempo todo, vi muitos idosos e pouco agito. Conversando com uma amiga que foi pra lá com umas turma de amigas, ela disse que sentiu falta de agito na cidade, que elas estavam super pilhadas e não tinha muita coisa pra fazer. Então talvez você se sinta um tanto sozinha numa cidade que não tem muita coisa pra fazer; eu acho que me sentiria assim em Montevideo. Taí um lugar que talvez um Tinder da vida seja necessário.

Punta é agitado, bem agitado. Mas acho que também daria uma sensação de solidão pois é um lugar com muitos casais, família e turma de amigos. Se estivesse sozinha, talvez me desse uma sensação de “puxa, queria que todo mundo estivesse aqui…”.

Jose Ignacio é super isolado do mundo, então vá se você quiser se isolar do mundo.

Cabo Polônio pode ser um bom lugar para conhecer pessoas – hippies (vá se você gostar de hippies porque é o que rola lá). Tem muito hostel (aliás, só hostel) e eles são sempre um bom lugar para conhecer pessoas.

punta del este amanda viaja

Mas quem sou eu para te dizer o que fazer?

Você leu minha opinião, mas sinceramente? Se você estiver muito a fim de ir pro Uruguai e não tiver companhia, vai com tudo! Ninguém no mundo deve meter o bedelho nas suas vontades. Vá, veja tudo por você mesma e tire suas próprias conclusões. Depois me conta o que você achou, tá? 😉

Veja as fotos e dicas dessa viagem pelo Instagram através de #amandaviajauruguai

Veja todos os posts sobre o Uruguai

Meu roteiro pelo Uruguai

Onde se hospedar em Montevideo: Dazzler Hotel

Viajar sozinha para o Uruguai

Impressões de Montevideo no Uruguai

Guia Punta del Este no Uruguai

Jose Ignacio: meu lugarzinho preferido no Uruguai

O que eu achei de Cabo Polônio no Uruguai

Onde comer em Punta del Este (e Jose Ignacio)

 

Resolva sua viagem aqui (com descontos !)

SEGURO VIAGEM todos com desconto AIRBNB ganhe R$100HOTÉIS hostels, pousadasCHIP DE CELULAR internet ilimitadaPASSAGENS AÉREAS em até 10xALUGUEL DE CARRO sem IOF, em até 12x

 

9 Comments

  1. Oi Amanda,

    Li uma matéria sua em uma revista e fiquei curiosa em conhecer seu blog, pois temos algo bem em comum – Viajamos Sozinhas. Bem, no inicio muitas pessoas me criticaram, mas ao fazer isso o primeiro desafio era o meu, de enfrentar o medo, a solidão, o preconceito das pessoas. Mas fui lá e fiz minha primeira, segunda viagem sozinha, por incrivel que parece outras pessoas, que me viram viajar sozinhas, também fizeram a mesma experiência. E também percebi que a quantidade de pessoas que viajam tem aumentado. Viajar sozinha é uma escolha, assim como se sentir sozinha na viagem é uma escolha. Eu amo viajar e Sozinha não é meu problema !!! Amei sou blog encoraja a gente a conhecer novos lugares.

  2. Olá Amanda!
    Concordo plenamente com o post. O Uruguay é lindo e da aquela sensação de paz no coração, mas realmente é super paradão. Viajei pra la com meu namorado e ficávamos “caçando” o que fazer, mas as opções sempre acabavam em: praia, sair pra comer ou sentar na pracinha de Montevidéu para olhar o movimento haha.

    É um lugar pra descansar do agito das grandes cidades, mas super vale a visita.

  3. Então, eu fui sozinha pro Uruguai e achei super tranquilo! Eu fui pra Punta e Montevideo. Tenho um caso de amor com Punta del Este até hoje hahaha ♥ Fiquei num hostel bem legal pertinho da rodoviária então eu só andava a pé mesmo. Achei muito seguro. Montevideo não curti tanto assim… Como você disse, é meio paradona, e eu fiquei num hostel ótimo, mas num lugar um pouco deserto, então evitei sair de noite porque, né… Não cheguei a me sentir insegura, mas preferi prevenir rs

  4. Olá Amanda,

    Fui em janeiro para Uruguai e Argentina, sozinha!
    Achei bem tranquilo andar por Montevidéu, as ramblas cheias de pessoas praticando exercícios, tudo muito lindo! A educação do povo uruguaio (e a beleza dos homens….hehe) me impressionou bastante!
    Como você disse, é um tanto parado, mas como eu estava sozinha, fui meio preparada para não curtir tanto a noite.
    Em Punta, 22h30min e eu andando tranquilamente pelas ruas. Amei a cidade e foi fácil fazer amizade no hostel. Na primeira noite saí para jantar sozinha e aqueles olhares de piedade me incomodaram um pouco, mas resolvi deixar para lá….
    Depois segui para Buenos Aires, aliás, peguei a indicação de hostel no seu blog (fiquei no Milhouse Hostel Avenue). Uma cidade completamente diferente e lá tem agito para todos os gostos!
    Recomendo fazer os dois países juntos, são experiências diferentes e complementares!
    Beijo!

  5. Cool! Quero 😉

  6. Eu viajo sozinha constantemente e nunca tive problemas, mas foi justamente no Uruguai que eu me senti solitária pela primeira vez. O país é seguro, as pessoas são amáveis, mas falta alguma coisa. Vou te falar que nem o Tinder salva, porque os uruguaios não tem o “chamuyo” dos argentinos…rs… Montevideo é bem parada mesmo, mas você ainda consegue fazer turismo e suportar o marasmo. Só não façam a besteira de irem sozinhas para Colonia del Sacramento e pernoitar. A cidade foi feita para casais e tudo é para dois. Fiquei super mal na cidade, me senti a mais solitária do mundo e não via a hora de embarcar no Buquebus e me mandar de volta para Buenos Aires. Cada caso é um caso, mas eu não sei se voltaria sozinha de novo para o Uruguai. Preciso ir com alguém para ter uma segunda opinião sobre o país.

  7. Thereza Cristina

    Olá, Amanda!
    Eu tenho o desejo de viajar pelo mundo sozinha. Acredito que conhecer outras culturas é enriquecedor e inspirador. Viajar sozinha é uma opção justamente para que eu saia do meu campo de conforto, para que eu possa me aventurar e conhecer mais “jeitos de ser”. Quero fazer minha primeira viagem este ano para algum país sul-americano, e não poderá ser uma viagem longa por causa dos compromissos que tenho. Já estou ansiosa e vou continuar lendo seu blog para poder me decidir para onde ir. Grande abraço!

  8. Fui sozinha e achei super tranquilo. Como vc disse não é um lugar com muito agito, tipo Buenos Aires, mas quem gosta de tranquilidade vai adorar. Pra quem vai sozinha o melhor mesmo é ficar em hostel, que é o melhor lugar pra arrumar companhia pra bater perna por lá.
    Um lugar que achei bem legal foi uma pracinha em frente a Playa Ramirez, perto do parque Rodó. Parei lá num fim de tarde de sábado e tava bem cheia com a galera caminhando, andando de skate ou tomando chimarrão jogando conversa fora.
    Adorei o seu roteiro! Queria ter ficado mais tempo por lá.
    Bjos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*