Viajar sozinho: como puxar papo com a pessoa ao lado

Recebi essa pergunta por e-mail. A pessoa é tímida, viajou pouco sozinha e quer fazer amizades. Para viajar sozinho não existem regras na hora de socializar, mas existem algumas coisinhas (óbvias até) que você pode fazer durante a viagem. Vamos falar sobre elas.

Você não é obrigado a nada

Essa é a primeira coisa que você tem que entender. Muita gente tem a ideia de que quando você viaja sozinho tem que escolher uma das duas alternativas: fazer amigos ou fazer uma viagem introspectiva. Mas você não é obrigado a nada. Que tal escolher apenas viajar e deixar as coisas acontecerem no meio do caminho? Viajar sozinho se torna um processo natural quando você entende isso – que a sua solo trip não precisa ser nada além de uma viagem.

Mas como essa pessoa QUER fazer amizades, vou contar o que tem funcionado para mim.

cusco-machu-picchu-amanda-viaja
Minhas amigas até hoooje que fiz lá em Cusco.

Um sorriso ajuda

Eu não fico puxando papo de forma forçada, mas eu procuro me manter com um semblante de quem está aberto à uma conversa (se eu realmente estiver). Cumprimentar com um sorriso ajuda, mostrar que está se divertindo também.

Eu me lembro de algumas viagens em que eu estava rabugenta ou de saco cheio e tinha uma galera conversando no hostel, todo mundo fazendo amizade e absolutamente ninguém puxou papo comigo (nem eu puxaria com a cara de merda que eu estava fazendo).

Então estar aberto e disposto ajuda. Isso funciona até para os tímidos – apenas sorrir.

Para gringos, distribua o seu inglês

Se você estiver num lugar onde a maioria é gringo, mostre que você sabe falar o inglês, ou espanhol ou qualquer outro idioma que seja realmente significante além do português. Se eu não estou no Brasil, eu distribuo inglês e portunhol para todos os lados, facilitando a comunicação com os gringos. E se por acaso tiver algum brasileiro, você logo vai perceber. Cabe a você decidir se quer fazer amizade com ele ou não (eu sou dessas de que não é porque é brasileiro que preciso ser amiga. Eu vou por afinidade).

Mas, afinal, eu puxo papo como? Eu digo o que exatamente?

Existem mil maneiras que você pode inventar. Vou citar algumas que funcionam melhor pra mim. Mas você pode até ser mais extrovertido, louco e criativo do que eu.

Abandone o pau-de-selfie e peça ajuda para uma foto

Eu já conheci taaaaanta gente simplesmente pedindo para tirar uma foto. É só você pedir ajuda para alguém na hora em que precisar de uma foto.

Pau-de-selfie é um inimigo para quem quer fazer amizade. Além de as pessoas odiarem ver alguém com um na mão, com ele você não precisa pedir ajuda e acaba não se comunicando, perdendo a chance de fazer amizades. Não é regra, mas a chance a menor.

Faça a louca

No hostel, você pode ficar sentadinho fazendo alguma coisa, com um guia na mão, tomando uma cerveja ou qualquer coisa assim. Alguém pode chegar, sentar na mesma mesa que você, perguntar alguma coisa e iniciar uma conversa. Ou então você pode dar uma de louca desinformada e perguntar alguma coisa do tipo: “você já visitou tal lugar? É legal? Como chego lá?”. Isso pode render uma amizade ou apenas um papo interessante.

Seja direto

Já vai mandando um “where are you from?” que tá tudo certo. Se a pessoa responder com cara de merda, você já sabe que ali não vai render muita coisa. Se ela responder com um sorriso e perguntar também de onde você é, é só dar trela.

Converse com quem trabalha no hostel

Não é sempre que acontece, mas as pessoas do hostel geralmente são mais receptivas. Em muitos deles, são os próprios viajantes que trabalham lá então fica mais fácil fazer uma amizade. Eles podem te indicar ou te levar para alguma festa ou apenas baterem um papo com você.

Peça dinheiro emprestado

(contém ironia) Mas no Atacama, eu estava na van do tour indo para algum ponto e era necessário pagar a entrada. Eu não sabia e estava desprevenida, sem dinheiro suficiente. Não deu outra. Virei para a brasileira que estava ao meu lado, que nunca tinha conversado na vida e perguntei: “Você está ficando no hostel Campo Base também, né? Será que você poderia me emprestar o dinheiro e chegando lá eu juro que te pago?”. Morri de vergonha, claro. Mas eu não tinha outra opção. Paguei depois e viramos amigas, saímos juntas, etc.

Durante o tour, todas as dicas acima são válidas

Apertadinho na mesma van, pode rolar uma conversa. Então vale a regra do sorriso, de fazer as tais perguntas, etc.

atacama-uyuni-amanda-viaja

Deixe fluir

O mais importante, a dica mais importante é que na verdade não existem regras. Deixe a coisa fluir. A amizade acontece muito no feeling de forma natural. Você vai saber o que fazer na hora, como agir, o que dizer. E não se cobre tanto – estão todos na mesma situação que você.

hostel-ushuaia-be-happy-now
Eu (após umas taças de vinho) com uma das donas do hostel em Ushuaia

 

RESOLVA SUA VIAGEM AQUI (com descontos!)

SEGURO VIAGEM
todos com desconto
CHIP DE CELULAR
internet ilimitada
HOTÉIS
hostels, pousadas
 PASSAGENS AÉREAS
em até 10x
ALUGUEL DE CARRO
sem IOF, em até 12x
AIRBNB
ganhe R$130

2 Comments

  1. Você é uma mulher descolada! isso é bacanérrimo. Tou nessa wibe

  2. Emilly Delvalle

    Eu estava precisando muito ler um post assim! Obrigada!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*