• Menu
  • Menu

Tag - como é morar

12 coisas dos Estados Unidos que sinto falta

Morar fora do país por muito tempo é ótimo. O problema é quando você decide voltar para o Brasil e tem que deixar para trás coisas que só existem naquele país. E como tem coisas dos Estados Unidos que fazem falta aqui!

Lembro que quando estava me mudando de volta para o Brasil, ficava o tempo todo pensando nas coisas que sentiria falta. É claro que vindo de um país de primeiro mundo isso inclui organização, educação, infraestrutura e todas essas outras coisas que sabemos que faltam no nosso país. Mas aqui eu deixei o mimimi de lado para falar de coisas que são apenas coisas. Fúteis, e talvez até inúteis, mas que fazem uma falta…

Coisas dos Estados Unidos das quais sinto falta

1. NETFLIX

O Netflix americano é a coisa que mais me fazia feliz! No site você faz um lista dos filmes que gostaria de assistir e eles entregam o DVD na sua casa! Imagina que emoção chegar em casa todos os dias e encontrar um filme novo na sua caixa de correio? É de chorar de felicidade!

E depois de assistir era só colocar na caixa de correio de novo que o correio devolvia (de graça!). E isso não exclui a opção de assistir filmes online (os filmes online de lá não são tão velhos como os do Netflix Brasil). Aliás, quando trouxeram para o Brasil fiquei super contente com a novidade, mas logo percebi que por aqui o esquema era um pouquinho diferente…

2. BANCO DRIVE-THRU 

Sim, isso existe e faz tão bem pra humanidade… Fazer um depósito? Pagar uma conta? Sacar dinheiro? Basta passar pelo drive-thru do banco. Sem filas e stress. Mas lembrando que, se por acaso você decidir entrar no banco, ele estará quase vazio. Um sonho e uma das coisas dos Estados Unidos que estão entre as mais legais!

banco-drive-Through1

3. SACO GIGANTE DE m&m´s

Era a minha pipoca enquanto assistia os filmes do Netflix. O pacote gigante (e barato) não se encontra por aqui. Sem contar que o sabor do m&m´s dos EUA é muito mais gostoso do que o do Brasil.

4. IKEA

Uma loja enorme (tipo um shopping) de móveis e decoração baratééééésimos! Uma mesinha pra sua sala pode custar US$7. Eu era tão fã que recebia o catálogo da loja em casa e quando decidia comprar, tirava o dia para ficar na loja. Na verdade é uma loja originalmente sueca, mas o fato é que ela não existe no Brasil. E nos EUA fazia parte da minha vida, principalmente porque minha casa toda era com móveis de lá.

Ikea

5. COMPRAR ROUPAS NO SÁBADO E DEVOLVER NA SEGUNDA 

Como as roupas são baratas, não é difícil você fazer compra todo fim de semana. E o melhor: se você se arrepender, pode voltar na segunda-feira e devolver tudo sem ter que dar explicação nenhuma! E eles devolvem seu dinheiro. Coisas do Estados Unidos, que eu amo!

6. DOLLAR MENU DO Mc DONALD’S

Um McChicken Jr., uma batata pequena e uma Coca-cola pequena por US$3, pois cada um desses itens custa US$ 1, fazendo parte do menu especial. Adoro tudo do menu, principalmente o preço!

7. PANQUECA COM MAPLE SYRUP

Eu adoro panquecas americanas, principalmente se forem com a calda de maple syrup original. Maple syrup é uma calda que você extrai de uma árvore da espécie maple (aquela de folhas canadenses). A calda é do Canadá, mas está entre uma das coisas dos Estados Unidos que mais sinto falta.

panquecas maple syrup

8. NEVE

Eu sinto falta de um inverno de verdade no Brasil. Não precisa ser um inverno longo, mas um inverno com neve. Sem contar que Natal com neve (white Christmas) é lindo!

9. COOKIES DE MACADÂMIA COM CHOCOLATE BRANCO DO SUPERMERCADO Rainbow

Comprava uma caixinha que vinha uns 10 cookies. E eles são molinhos e cremosos! Uhnnn…cookies-macadamia

10. MEU CARRO

Eu tinha uma Sportage completinha, 4×4, que paguei apenas US$6000! Sinto falta dela e de dirigir pelas estradas cantando. Hoje em dia eu ando de busão mesmo porque

1) não tenho dinheiro para ter um carro (ou prefiro não gastar com isso, umas vez que é muito caro no Brasil)

2) não dá para dirigir em paz em São Paulo.

11. TARGET 

Uma loja de departamento com tudo o que você possa imaginar de coisas úteis, inúteis, lindas e ainda um supermercado. É aquela loja para você ir e passear. Você sempre descobre algo que estava precisando mas não lembrava.

Target

12. ROUPAS A PREÇO DE BANANA

Lá não pesa a consciência comprar roupas, pois você não se sente um idiota pelo preço que está pagando. Eu tenho até hoje calça da Diesel que paguei US$32, calça da Levi´s por US$10, tênis da Diesel por US$20, bota de neve impermeável da Columbia por US$70…

Veja outros posts sobre os Estados Unidos

RESOLVA SUA VIAGEM AQUI (com descontos!)

[button link=”http://www.segurospromo.com.br/p/amandaviaja/parceiro?tt=resolvasuaviagem” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]SEGURO VIAGEM
todos com desconto[/button] [button link=”http://www.easysim4u.com/?sourceCode=amandaviaja” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]CHIP DE CELULAR
internet ilimitada[/button][button link=”https://www.booking.com/index.html?aid=1208348″ icon=”home” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]HOTÉIS
hostels, pousadas[/button] [button link=”https://www.viajanet.com.br/?utm_source=(www.amandaviaja.com.br)&utm_medium=post%20patrocinado&utm_campaign=(vari%C3%A1vel)&utm_content=(vari%C3%A1vel)” icon=”plane” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]PASSAGENS AÉREAS
em até 10x[/button][button link=”https://www.rentcars.com/pt-br/?requestorid=899″ icon=”road” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]ALUGUEL DE CARRO
sem IOF, em até 12x[/button][button link=”http://www.airbnb.com.br/c/anoventa” icon=”star” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]AIRBNB
ganhe R$130[/button]

Como é morar em Lisboa, Portugal

O Péricles, de 28 anos nasceu em Goiás e Portugal é o sexto país onde ele decide morar. Com 28 anos de idade ele já é mestre em Jornalismo, Mídia e Globalização. No Brasil trabalhou para impresso e web, para a Unicef no Camboja, na Dinamarca e mais recentemente, e esporadicamente, em Portugal. Neste post aqui no blog, ele conta um pouco das suas impressões sobre como é morar em Lisboa.

Eu vim parar em Lisboa meio que acidentalmente. Na verdade, queria morar fora de novo e estava olhando doutorados. Resolvi aplicar para uma universidade aqui, fui aceito e já comecei a fazer contatos com alguns poucos que conhecia na cidade – perspectivas de trabalho, onde morar, etc. É claro que a internet ajudou muito nesse processo, especialmente para conhecer pessoas e começar a procurar trabalho. Vinte dias depois estava pedindo demissão e comprei um bilhete só de ida.

Cheguei há um ano para morar em Lisboa e essa tem sido uma jornada interessante. Primeiro porque a Lisboa que conhecia – a da crise de alguns anos atrás – se foi. Isso é bacana do ponto de vista cosmopolita: ouve-se línguas estrangeiras nas ruas, trabalho com gente de diversos países e tenho acesso a várias culturas. Por outro lado, há a dificuldade de encontrar moradia, os preços que sobem cada vez mais impulsionado pelo crescente turismo e o salário que infelizmente não acompanha toda essa dinâmica. Em um ano aqui já mudei de casa três vezes e devo me preparar para outra mudança no final de janeiro.

Ao chegar para morar em Lisboa, a primeira dificuldade foi conseguir tirar todos os documentos o mais rápido possível. A realidade requer paciência e a burocracia muitas vezes nos faz pensar que estamos no Brasil. Mas as coisas vão se organizando e, ao menos para mim, não foi um processo tão demorado assim. É preciso ser esperto, correr atrás e muitas vezes se impor para conseguir agilidade.

Outro ponto interessante que já tinha em mente (até mesmo por já ter vivido em outros países europeus) é que aqui preciso construir tudo do zero. Uma das particularidades é que não importa muito o trabalho que você faz – aliás, o trabalho não determina essencialmente o que e quem você é. O importante é pagar as contas e ter tempo e algum dinheiro para poder viajar, ler, beber um vinho e ter qualidade de vida.

Meu trabalho aqui consiste em atender ligações e responder e-mails em inglês, português e algumas vezes espanhol e ajudar a melhorar as férias e reservas em hotéis de pessoas de diversos lugares do mundo. Falo com uma pessoa na Inglaterra e logo estou ligando para alguém que vai me ajudar com um hotel grego e depois para um superior que fala português e assim vai… Não vou dizer que é o trabalho dos meus sonhos, mas o simples fato de poder usar meu conhecimento de idiomas a meu favor é algo interessante.

O doutorado (apesar de ter feito apenas um semestre) também foi uma experiência interessante – o curso e as muitas pessoas que conheci no ambiente acadêmico foram marcantes no primeiro semestre e pretendo retomar a vida de estudante muito em breve. Por hora quero tirar o certificado de Cambridge para dar aulas de inglês e continuar viajando.

MORAR EM LISBOA

Em Lisboa faz parte do cotidiano sair para jantar (em restaurantes com preços acessíveis), tomar cafés nas praças e largos, visitar museus e ir para miradouros ver o pôr-do-sol. E assim vamos nos desapegando um pouco do “carreirismo” e da correria brasileira que, ao meu ver, nos atrapalha a aproveitar a vida. Para mim, essa é a grande alegria de viver aqui: a simplicidade de viver em uma cidade pequena e que proporciona eventos culturais e possibilidades diversas mesmo para quem não ganha muito dinheiro. Passar uma tarde lendo no Jardim Gulbenkian, por exemplo, é uma atividade que gosto muito de fazer por aqui.

A culinária merece um post à parte, mas posso dizer que de todas as cozinhas europeias a portuguesa é uma das que mais me encanta (quase empatada com a italiana!). As mil formas de se comer bacalhau, os embutidos, pescado fresco do mercado e os maravilhosos doces. Pastel de nata é bom, mas já provou bola de Berlim ou travesseiro de Sintra? E os vinhos…

Bola de Berlim

Culturalmente falando, os portugueses são sim mais fechados mas confesso que nunca tive problemas maiores com eles. Em geral é um povo muito receptivo, eles conhecem muito da cultura brasileira. Já vi portugueses citando esquetes do Porta dos Fundos e até Machado de Assis, outros cantando a música tema de Tieta ou descendo até o chão com Pablo Vittar. Aliás, lembro que quando morava na Dinamarca, por exemplo, vi uma lata de guaraná e quase chorei. Esse tipo de “saudade” não tenho em Portugal. Aqui temos rodas de samba, comida brasileira, caldo de cana e pastel, novelas, filmes, enfim, tudo o que precisamos para nos sentirmos em casa.

Como disse acima, Lisboa mudou muito e isso tem pontos positivos e negativos. Mas é interessante estar aqui durante esse “boom”. De uns tempos para cá o mundo descobriu Portugal e Lisboa vive abarrotada de turistas e pessoas que vêm de diversos cantos do país para fazer morada onde há sol e o clima é ameno. Há startups e ideias e com isso novas perspectivas de trabalho. O balanço que faço deste um ano por aqui é de que estou aprendendo a viver mais tranquilo, aproveitando pequenas coisas e tentando levar a vida de uma maneira mais desacelerada.

Fico por aqui muito tempo? Ainda não sei. Por hora vou subindo as muitas ladeiras de Lisboa e desfrutando da vista.

 

RESOLVA SUA VIAGEM AQUI (com descontos!)

[button link=”http://www.segurospromo.com.br/p/amandaviaja/parceiro?tt=resolvasuaviagem” icon=”plus-square” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]SEGURO VIAGEM
todos com desconto [/button] [button link=”http://www.easysim4u.com/?sourceCode=amandaviaja” icon=”signal” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]CHIP DE CELULAR
internet ilimitada[/button] [button link=”https://www.booking.com/index.html?aid=1208348″ icon=”home” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]HOTÉIS
hostels, pousadas[/button] [button link=”https://www.viajanet.com.br/?utm_source=(www.amandaviaja.com.br)&utm_medium=post%20patrocinado&utm_campaign=(vari%C3%A1vel)&utm_content=(vari%C3%A1vel)” icon=”plane” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]PASSAGENS AÉREAS
em até 10x[/button][button link=”https://www.rentcars.com/pt-br/?requestorid=899″ icon=”road” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]ALUGUEL DE CARRO
sem IOF, em até 12x[/button][button link=”http://www.airbnb.com.br/c/anoventa” icon=”star” color=”silver” text=”dark” window=”yes”]AIRBNB
ganhe R$100[/button]