6 dicas para tirar fotos com o celular

Toda viagem que eu faço tem sempre alguém me perguntando qual é a câmera que eu uso para as minhas fotos. Bom, a verdade é que até um tempo atrás eu não tinha câmera nenhuma e só tirava fotos com o celular. Não sou fotógrafa profissional, mas hoje compartilho com vocês algumas das minhas técnicas básicas para conseguir fazer as fotos com o celular ficarem bem legais sem precisar ser um expert.

1. Você não precisa do melhor celular, mas precisa de uma boa resolução

Você não precisa ter o melhor celular para tirar fotos boas. Você só precisa de um celular com uma boa resolução. Se estiver na dúvida sobre qual comprar, existem sites que comparam um aparelho ao outro, inclusive no quesito “câmera”. No meu caso, como as fotos sempre foram prioridade, pesquisei até encontrar um celular que fosse bom para isso. Novamente, não precisa ser o melhor e mais caro do mercado (mesmo porque uma foto incrível não depende só disso).

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Amanda Noventa (@amandanoventa) em

2. Enquadramento da foto

Nem sempre o personagem principal fica melhor no centro da foto. Os fotógrafos têm a chamada “regra dos terços” que é você imaginar duas linhas horizontais e duas linhas verticais colocando os pontos principais no encontro dessas linhas para a foto ficar com um enquadramento melhor. Ela vale mesmo para as fotos com o celular e muitos aparelhos já possuem essas linhas em formato grid na tela, ficando mais fácil bater a foto. Outra coisa que você não pode esquecer é de não deixar o fundo da foto torto. Ex: a linha do horizonte, o mar, o teto da casa, etc.

3. Não use filtros exagerados

Nós não estamos mais em 2013 quando o Instagram apareceu e despontou uma veia artística dentro de nós, colocando filtros e molduras em todas as fotos. Hoje, menos é mais. Eu nunca mais usei os filtros do Instagram nas minhas fotos com o celular. O que eu faço é utilizar os recursos de edição do aplicativo que estão cada vez melhores. Mas sempre tendo cuidado para não exagerar no contraste, na cor, no brilho, etc. Existem outros aplicativos legais para edição também. Eu gosto do Snapseed e do Lightroom e sei que muitos usam o VSCOCam. E é bom saber que quanto melhor a resolução do seu celular, menos você vai precisar editar e mais natural e bonita sua foto vai ficar.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Amanda Noventa (@amandanoventa) em

5. Use um pequeno tripé somado ao temporizador do celular

Numa viagem solo, por exemplo, é difícil conseguir fotos com o celular legais sem ser no formato selfie. Mas se você tiver um tripé simples (gorilla pod, por exemplo) e um temporizador na câmera do seu celular, já ajuda bastante. É só você posicionar o tripé com o celular onde for melhor, escolher quanto tempo você precisa para se ajustar para a foto (3 segundos, 10 segundos) e pronto – vai parecer que alguém tirou a foto pra você (com a diferença de que você pode tirar a foto novamente quantas vezes quiser sem incomodar ninguém).

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Eu me viro pra tirar foto quando eu viajo sozinha. Seria mais fácil se eu gostasse de selfie. Mas sempre me acho horrível, fico sem graça e, portanto dispenso o pau-de-selfie.⠀ ⠀ O que ajuda é que eu tenho vááários tripés (coisa de quem trabalha com isso). Mas pra você, acho uma bobagem andar com esses trambolhos durante as férias. O que eu recomendo (além do pau-de-selfie, se você for da selfie) é um tripezinho chamado gorilla pod que dá para inserir tanto a máquina fotográfica quanto o celular; tem as pernas flexíveis e você consegue fixá-lo em qualquer lugar. É o que eu mais uso porque é mais fácil, eficiente e cabe na bolsa (tô mostrando no stories fixo). Minhas últimas fotos foram tiradas com ele. ⠀ ⠀ Eu não me importo em pedir a um desconhecido para tirar uma foto (já fiz muitas amizades assim). Mas fico sem graça de pedir para tirar várias 🙈 E o tripé me dá liberdade para tirar quantas fotos eu quiser até acertar.⠀ ⠀ #solotravel @estreladagua

Uma publicação compartilhada por Amanda Noventa (@amandanoventa) em

6. Às vezes a gente estraga a foto

Eu tive essa impressão quando viajei para o Atacama, por exemplo. O lugar era tão lindo que me colocar na foto só estragaria a paisagem. Por isso, quando eu decido sair na foto, eu me coloco como um personagem coadjuvante. Ou seja, eu sou o que menos importa na foto. Então fico longe, de costas, às vezes não sorrio, às vezes fico blasé, às vezes estou tomando um café discreto, etc. Tudo depende do tipo de foto que você quer. Se você quer apenas registrar que esteve ali sem se importar com o conceito da foto, saca logo a selfie sem medo de ser feliz.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Amanda Noventa (@amandanoventa) em

RESOLVA SUA VIAGEM AQUI (com descontos!)

SEGURO VIAGEM
todos com desconto
CHIP DE CELULAR
internet ilimitada
HOTÉIS
hostels, pousadas
 PASSAGENS AÉREAS
em até 10x
ALUGUEL DE CARRO
sem IOF, em até 12x
AIRBNB
ganhe R$130

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*