Como planejar uma viagem a Cuba: dicas e roteiros

A primeira vez que me deu vontade de ir a Cuba foi quando um ex-namorado Americano disse que gostaria muito de ir pra lá mas devido ao embargo dos Estados Unidos ele não poderia entrar no país. É idiota, mas foi quando me deu um click de “É isso! Já que eu posso, eu vou”. Assim, eu tenho a viagem de Cuba guardada na cabeça há anos.

Em janeiro desse ano, depois de passar um final de semana inteiro pesquisando passagens para decidir minha viagem do carnaval, percebi que havia chegado a hora de Cuba! As passagens para o resto do mundo estavam caríssimas e Cuba era o melhor custo/benefício.

E sabe que fui bem organizada no planejamento dessa viagem?! Sinto que estou evoluindo e fazendo as coisas com mais calma. E gostaria de dividir aqui com vocês essa minha evolução nas etapas pré viagem:

Pacote para Cuba e como comprar passagens

Meu voo é com conexão em Lima e Bogotá porque era o mais barato, claro. Ficarei 5 dias em Havana e 2 dias em Varadero, sendo que o hotel de Varadero é all inclusive.

Documentos necessários para entrar em Cuba

  • visto cubano, também chamado de “tarjeta turistica” (veja abaixo como tirar o seu)
  • carteira internacional de vacinação contra a febre amarela
  • seguro viagem de no mínimo

 

Como parâmetro, vale considerar os valores contemplados nas apólices vendidas no Aeroporto de Havana – que o viajante terá de adquirir caso não compre um seguro em seu país de origem – pela Asistur (www.asistur.cu), a seguradora estatal cubana. O pacote básico cobre 10 mil pesos conversíveis (US$ 10.800) em despesas médicas e o mesmo valor para viagens emergenciais de retorno. Custa 2,50 pesos conversíveis (US$ 2,70) por dia.

Viajantes que pretendem participar de competições esportivas ou praticar esportes de aventura, como alpinismo, mergulho e paraquedismo, pagam 2 pesos conversíveis (US$ 2,16) a mais por dia – a mesma regra se aplica a turistas com mais de 70 anos.

Preços. Apesar da recomendação do governo de Cuba de que o viajante compre o seguro em seu país de origem, brasileiros pagam menos se deixarem para adquirir a apólice no desembarque em Havana. Com a Global Travel Assistance (www.segurosgta.com.br), o pacote básico custa US$ 22 e garante cobertura equivalente a US$ 6 mil em assistência médica, por cinco dias (o mesmo período com a empresa cubana custa US$ 13,50). A Travel Ace (www.travelace.com.br) tem pacote mínimo de US$ 35, com validade por cinco dias. A cobertura inclui custos com assistência médica até um limite de US$ 10 mil.

 

 

guia-viagem-Cuba

Como tirar o visto cubano

Eu tirei o visto cubano no consulado. Mas hoje é possível tirar diretamente na companhia aérea que você está voando.

O visto cubano, também chamado de “tarjeta turistica” é vendido pela companhia aérea no momento do check in. A notícia ruim é que elas não sabem informar ao certo sobre isso. Veja como funciona para cada uma delas:

Copa Airlines: você pode comprar no momento do check in, quando estiver embarcando ainda no Brasil.

Avianca: como a conexão acontece em Lima ou Bogotá, é na conexão dessas cidades que você vai comprar o visto.

Latam: a cia. aérea faz conexão em Lima e é ali que você pode comprar o seu visto.

Documentos necessários para tirar o visto cubano:

Tirar o visto para Cuba nos consulados

Os consulados cubanos no Brasil estão apenas em São Paulo, Brasília, Manaus e Salvador. Para tirar o visto pelo consulado, é só você aparecer entre os horários de 9h30 às 12h30. É simples, não demora e você deve receber um papel ao invés de um carimbo. O custo é de R$45, válido para 30 dias e prorrogável para mais 30 dias.

Tirar o visto cubano através dos correios

Se você está longe dos consulados, também pode tirar o visto através dos correios. É só enviar todos os documentos citados acima via sedex para o consulado mais próximo. Neste caso, não envie o passaporte original, mas sim uma cópia das páginas 1, 2 e 3 junto a um comprovante de depósito ou transferência bancária de R$170.

Custos totais: R$45 (taxa visto) + Sedex (R$50) + Taxa de trâmite (R$75) = R$170

Câmbio: qual moeda levar para Cuba

Troquei na segunda-feira, 4 dias antes da viagem e isso também é uma evolução pois sempre acabo deixando para o dia da viagem. Cuba possui uma economia dupla: a de pesos conversíveis (CUC$) e pesos cubanos. Em teoria, os turistas devem usar apenas os conversíveis e nenhum deles você consegue encontrar no Brasil. Ou seja, você deve levar dólares ou euros e trocar em uma casa de câmbio em Cuba. O recomendável é levar euro pois, mais uma vez, devido ao embargo americano você tem que pagar uma taxa extra de 10% para trocar dólares por pesos. Por isso, eu estou levando euros.

O que levar na mala para Cuba

Estou super econômica! Levando poucas roupas e dando espaço a algumas coisas fundamentais nessa viagem: snorkel, binóculo para observar os pássaros e (sempre) um livro.  E mais algumas coisinhas…

Acho que estou pronta para embarcar! Só falta fazer uma reunião com meu chefe às 10h, enfrentar o trânsito de São Paulo para chegar no aeroporto de Guarulhos e embarcar às 16h15. Acho que dá tempo…

Até a volta e bom carnaval pra vocês!

 

RESOLVA SUA VIAGEM AQUI (com descontos!)

SEGURO VIAGEM
todos com desconto
CHIP DE CELULAR
internet ilimitada
HOTÉIS
hostels, pousadas
 PASSAGENS AÉREAS
em até 10x
ALUGUEL DE CARRO
sem IOF, em até 12x
AIRBNB
ganhe R$130

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*