Como é viajar sozinha para África do Sul

Apesar de não ter ido sozinha para África do Sul, deu para ter uma boa noção de como é a questão de segurança por lá. Vamos falar melhor sobre isso para você decidir se deve ir sozinha ou não?

Viajar sozinha para África do Sul

Cape Town é perigoso? Joanesburgo é perigoso?

Olha, parece ser como o Brasil. É aquela velha história de não dar sorte para o azar. Melhor não andar numa rua a pé muito tarde da noite, não dar bobeira com os seus pertences pessoais e tomar todo aquele cuidado que já temos normalmente no Brasil.

No entanto, depois de um tempo no país, você vai começar a ter a sensação de que talvez ele seja mais seguro do que o Brasil.

Cape Town, tão comparada com o Rio geograficamente, traz um sensação de segurança maior, de tranquilidade e de cidade bem desenvolvida. Eu passei alguns dias com um guia que morava numa região mais humilde da cidade. Contava alguns dos crimes que haviam acontecido no Brasil naqueles últimos dias (Ex: criança de 13 anos sendo baleada na escola) e ele achou inacreditável. Falou que esse tipo de violência em Cape Town não era normal e que mesmo em bairros mais pobres, não havia tiroteios com frequencia. Então, a sensação que eu tive foi a de que a Cidade do Cabo é segura, mas como em todo lugar, tem que ficar esperto.

Joanesburgo, tão lembrada pela região pobre do Soweto, me trouxe uma outra imagem de tudo: a de que o Soweto é super turístico e, portanto, mais seguro do que parece. À noite, saímos para jantar numa rua conhecida por seus restaurantezinhos e fomos avisados sobre algo que já estamos acostumados no Brasil: não estacionar o carro em áreas muito desertas e escuras. A segurança em Joanesburgo não me pareceu ser algo a ser ignorado, mas também não me assustei em momento algum pela cidade.

Na Garden Route eu já fiquei me perguntando de onde as pessoas tiram a ideia de que a África do Sul é um país perigoso. Me senti tão segura, foi tudo tão tranquilo que parecia que estava num país de primeiro mundo. Casas sem portão, estradas super bem asfaltadas (sem pedágio), pessoas cordiais, tudo barato e sensação de segurança plena.

sozinha para Africa do Sul

VIAJAR SOZINHA PARA ÁFRICA DO SUL

E para a mulher que viaja sozinha para África do Sul?

Ok. Eu estava acompanhada. Mas não senti nenhum abordagem estranha por parte dos homens contra as mulheres. Seria até interessante ter aqui o depoimento de alguma mulher que já tenha estado lá sozinha para me dizer o que achou. De qualquer maneira, eu não senti nenhum machismo por parte dos homens. Usei roupas normalmente, como uso no Brasil e todas as mulheres também se vestem como querem e fui muito respeitada.

Minha conclusão é de que a Africa do Sul é um país seguro para viajar sozinha e eu iria SEM MEDO. Mas caso você ainda se sinta insegura, aqui vão algumas dicas gerais para mulheres que viajam sozinhas:

Dicas para viajar sozinha para África do Sul

(e qualquer lugar do mundo)

  • Na hora de fazer as malas lembre-se que quanto menos coisas você levar, menos você vai chamar atenção.
  • Não fique andando com objetos de valor, dando bandeira.
  • Você pode dizer que é casada se sentir mais segura. Conheço mulheres que usam até uma aliança para manter os homens afastados nas viagens.
  • Óculos de sol evita ter que encarar olhares de outras pessoas.
  • Você não precisa ser legal tempo todo. Se alguém falar com você e você não se sentir confortável, você não precisa responder.
  • Vista-se de forma parecida com os locais para não chamar atenção.
  • Evite beber demais. É melhor se manter sóbria para entender o que está acontecendo o tempo todo e ficar menos vulnerável.
  • Vale a pena perguntar no hostel ou hotel quais são os lugares não recomendados para ir sozinha
  • Evite contar a sua vida toda a um desconhecido. Lembre-se que as pessoas que você conhece nas viagens são estranhos ainda.
  • Seja educado e não ofenda os locais agindo de forma rude. Não é apenas uma questão de boas maneiras, mas também uma forma de não ofender e incomodar as pessoas. Você não precisa ser bobona, mas comporte-se da maneira educada do senso comum.

Compartilha comigo nos comentários o que você achou da segurança na África do Sul 🙂

Veja outros posts da África do Sul

Safari no Kruger: 11 lodges para se hospedar

Quanto custa fazer um safári na África do Sul

Safári no Kruger África do sul: tudo o que você precisa saber

África do Sul: meu roteiro e uma sugestão de roteiro de 15 dias

O que fazer em Cape Town: guia e roteiro com 20 atrações

O que fazer em Joanesburgo na África do Sul: 7 dicas

Garden Route na África do Sul: um guia completo

Como é viajar sozinha para África do Sul

Bungee Jump na África do Sul: o maior de ponte do mundo

A Rota dos Vinhos na África do Sul

O que eu achei da África do Sul: é melhor do que eu sonhava

Blue Train: como é viajar de trem pela África do Sul

RESOLVA SUA VIAGEM AQUI (com descontos!)

SEGURO VIAGEM
todos com desconto
CHIP DE CELULAR
internet ilimitada
HOTÉIS
hostels, pousadas
 PASSAGENS AÉREAS
em até 10x
ALUGUEL DE CARRO
sem IOF, em até 12x
AIRBNB
ganhe R$100

6 Comments

  1. Oi Amanda!

    Tive a mesma impressão que você… Também não estava sozinha, mas me senti super segura o tempo todo. Estivemos em Cape Town e fomos até Cape Agulhas. Mesmo andando de carro tarde da noite, pelo centro de Cape Town não vi nada de errado e também tive a sensação de ser muito mais seguro que aqui. Inclusive subimos a Signal Hill uma noite, depois de jantar, para fazer fotos noturnas da cidade, era perto da meia noite de um dia de semana e aquele breu lá em cima… Mas tinham varias pessoas nos carros tirando fotos e apreciando a vista… Super sossegado!

    Beijo!

  2. Valéria Schmid

    Eu moro na África do Sul há 5 anos e nunca tive problemas de cantadas, assobios essas coisas chatas que os homens brasileiros normalmente fazem. Aprendi nesses 5 anos, que vale mais a pena se vestir de um jeito comportado.
    Apenas tive um pequeno desconforto logo no começo que cheguei na África do Sul e fui no mercado com um short absurdamente minusculo mas que era normal usar no Brasil, e então tinha um grupo de rapazes que ficavam olhando para minha bunda e pernas.
    Então aprendi a me vestir mais “””fechada””.

  3. Olá,

    Viajei sozinha na África do Sul por duas semanas e achei a segurança comparável a do Brasil. É preciso tomar cuidado, mas sem paranóia. Usei o Uber várias vezes, fui a restaurantes jantar sozinha e nunca me senti em perigo. O que existe é um assédio de pedintes, já que existe no país uma forte desigualdade social até maior do que no Brasil.

  4. Maria Regina Rodrigues

    Oi Amanda, amo demais viajar sozinha. Despois da primeira vez, quase não vejo mais a possibilidade de me preocupar com companhia. Me diverdti muito em minha passagem por Joanesburgo, tendo contato com pessoas e diversas partes do mundo. Mas uma coisa que eu quero dizer é sobre a Nigéria. Quando disse que iria sozinha para a Nigéria, muitas pessoas me aconselharam a não ir, claro que não fui para regiões de conflitos, com grupo extremista, mas para quem iria só passar por lá, acabei ficando um mês, não vi violencia, observei um senso de respeito e hierarquia dentro do seio familiar, muito grande. Amei os chamados “markets”, que para nós, são as feiras livres, feiras com quilometros de extensão, onde se comercializa absolutamente tudo, povo alegre, musical, dançante, com sede de aprendizado. Sei lá, como voce diz, quem vive no Brasil, tira de letra os lugares mais inusitados pelo mundo afora. Um abraço

  5. Cristiane de Paula

    OI Amanda
    Vou sozinha pra Cidade do Cabo em janeiro/2019 fazer um curso de ingles, mas antes vou ficar uns 4 dias em Joanesburgo. Como já descobri muitas coisas interessantes para ver em Joanesb., minha pergunta é: Vou me arrepender muito se trocar o safari no Krueger pelas reservas que tem safari tb na Route Garden, como Shamwari Game Reserve?

    • Ouvi coisas legais sobre o Shamwari. Não acho que você vai perder muita coisa, mas o Kruger tem toda aquela mística por ser o melhor lugar para fazer safari no mundo.
      E tem que ficar atenta com os outros lugares de safari. Muitos são cercados (como se fosse uma fazenda gigante) e eu, particularmente, acho que perde o lance de ser autenticamente selvagem. Precisa pesquisar.
      Beijo

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*